Urticária

0
104

Sem saber bem por que, a pele começa a coçar. E não é aquela coceira comum, que logo passa. É uma comichão incontrolável e insuportável: a urticária.

Só quem teve sabe o quanto ela pode comprometer a qualidade de vida, principalmente nos casos crônicos. No entanto, é importante conhecer bem o que é esse distúrbio de pele e saber que existem remédios naturais, que podem ser um excelente complemento ao tratamento regular.

Saiba abaixo mais sobre a urticária.

A urticária é uma reação alérgica da pele, caracterizada por manchas avermelhadas e protuberantes na pele, inchaço e coceira. A comichão ocorre por que a pele libera uma substância chamada histamina na corrente sanguínea, provocando o sintoma. Muitos são os fatores que podem causar urticária, mas nem sempre há um fator desencadeante claro. Entre os fatores causais estão:

  • Alimentos, como frutos do mar, amendoim, leite, produtos com conservantes e corantes
  • Pólen das flores
  • Pelos de animais
  • Estresse
  • Temperaturas extremas
  • Produtos de limpeza
  • Picadas de abelha
  • Medicamentos
  • Algumas doenças, como lúpus.

Os episódios de urticária costumam desaparecer em 24 horas.

URTICÁRIA NERVOSA

A saúde emocional pode interferir significativamente nas reações de pele, como a urticária. Por isso existe a urticária nervosa, que acontece quando o indivíduo passa por alguma tensão ou estresse, provocando a comichão que caracteriza esse problema. Geralmente, o uso de pomadas ou medicamentos específicos podem ser úteis, mas é importante também fazer um acompanhamento psicológico do quadro.

URTICÁRIA GIGANTE

A urticária gigante – ou angioedema – é uma reação de pele que provoca um grave inchaço de pele, como nos olhos, lábios, mãos e pés. Pode ainda ocorrer internamente, causando obstrução das vias aéreas, o que pode ser bem perigoso. Existe um tipo de urticária gigante que é hereditário e costuma ser mais grave. Quando o edema afeta apenas a pele, muitas vezes, apenas medicamentos específicos já são suficientes. Mas se a pessoa sente dificuldades de respirar durante o episódio, é considerado uma emergência médica.

URTICÁRIA EM BEBÊS

Bebês também podem sofrer com urticárias, e as causas costumam ser as mesmas que as dos adultos, lembrando que crianças pequenas são mais vulneráveis, pois o sistema imunológico ainda é imaturo. Nesse caso a urticária pode durar apenas algumas horas ou até meses. Vale lembrar também que essa reação de pele não é contagiosa.

URTICÁRIA CRÔNICA

Quando não há um fator desencadeante claro e os episódios de urticária duram mais de 6 semanas, muito provavelmente trata-se de um caso de urticária crônica. Estima-se que de 0.5 a 1% das pessoas tenham essa doença. Ela é mais comum em mulheres, principalmente, na faixa entre 20 e 40 anos. Quem tem urticária crônica costuma sentir uma perda considerável da qualidade de vida. Por isso é importante buscar o devido tratamento.

URTICÁRIA PEGA?

A urticária não é contagiosa. É apenas uma reação de pele, e não pode ser transmitida de pessoa para pessoa. O mais importante para quem desenvolve esse distúrbio é identificar a causa e utilizar, se necessário, medicamentos, como corticoides e antialérgicos.

URTICÁRIA TEM CURA

A urticária é um espécie de alergia. Por isso, faz-se o controle da doença, eliminando os fatores desencadeantes, e medicando, se preciso. Pode acontecer do indivíduo ter apenas um episódio de urticária e nunca mais desenvolver nada, mas algumas vezes o quadro pode tornar-se crônico. Estima-se que 30% das pessoas que tiveram urticária uma vez vão desenvolver a forma crônica da doença.

REMÉDIOS CASEIROS

Existem alternativas caseiras, que podem ser complementos interessantes ao tratamento da urticária. Lembrando que a avaliação de um especialista é sempre essencial e essas medidas devem ser adotadas como parte do tratamento regular. Conheça abaixo algumas dessas receitas caseiras para tratar urticária.

Chá de camomila e menta

Por terem efeito calmante, podem ser úteis para aliviar a comichão causada pela urticária. Para tanto basta tomar 2 ou 3 porções de chá dessas ervas todos os dias.

2. Compressa de água fria

A água fria alivia a coceira, pois reduz a ação da histamina na corrente sanguínea. Faça compressas no local, lembrando sempre de não colocar os cubos de gelo diretamente na pele para não queimar.

3. Vinagre de maçã

vinagre de maçã ajuda a aliviar a coceira, pois tem propriedades anti-histamínicas. Para fazer uso desse importante item, basta aplicar um pouco do líquido em um algodão e passar na região afetada, ou mergulhar a área em uma bacia com vinagre por cerca de 20 minutos.

4. Mel e hidraste

Misture duas colheres (chá) de mel e duas colheres (chá) de hidraste em pó, e aplique sobre a região afetada. Cubra com gaze (que deve ser trocada duas vezes ao dia). O hidraste ajuda a secar as lesões e o mel tem efeito calmante e antisséptico.

5. Cebola

A cebola é um poderoso anti-inflamatório e antisséptico. Para usá-la para tratar a urticária, corte a cebola em rodelas e aplique na região afetada. Deixe agir por pelo menos 30 minutos, cobrindo a área com uma toalha limpa.

6. Farinha de aveia e bicarbonato

A aveia é reconhecidamente um excelente aliado no alívio de coceiras de pele. Juntamente com o bicarbonato, pode ser bem útil para tratar urticárias. A farinha de aveia é anti-inflamatória, calmante e cicatrizante. Para fazer essa receita, misture 2 xícaras de farinha de aveia e 1 xícara de bicarbonato de sódio. Jogue a mistura em um recipiente com água morna e mergulhe a área afetada por 15 minutos.

Aloe Vera

Também conhecida como babosa, essa planta ajuda a aliviar a coceira, cicatrizar e reduzir o vermelhidão. Para tanto basta extrair o gel da aloe vera e passar na área afetada.


CÍNTIA FERREIRA
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui